segurança condomínio são paulo

Segurança em condomínio no Final do Ano: dicas práticas para moradores e síndicos

03 de dezembro de 2021

Chega o final do ano e moradores e síndicos já começam a se preocupar com a segurança em condomínio. Seja porque diversos apartamentos ficarão vazios devido às viagens, ou porque a portaria ficará movimentada por causa das visitas, separamos dicas para todos os condôminos e síndicos colocarem em prática neste ano e nos próximos.

Afinal, sabemos que o fim de ano pode ser marcado pelo esvaziamento do condomínio, devido às férias ou por diversas pessoas visitarem seus parentes, ou mesmo por “inquilinos de temporada”. 

O fato é que nem todos se preocupam com medidas de segurança para o período. Assim, é importante que síndicos e a administração do condomínio se encarregue de transmitir boas práticas de segurança.

Além disso, funcionários também devem estar alerta. Cursos de segurança são sempre bem-vindos, mas orientações e lembretes sobre normas e segurança são indispensáveis.

Continue a leitura e confira nossas dicas para garantir a segurança em condomínio no fim do ano e no ano todo, é claro!

Se preferir, clique direto no tópico

Como deixar o condomínio mais seguro no fim do ano?
1 – Cadastro prévio de lista de convidados
2 – Encomendas devem ser recebidas na recepção
3 – É preciso atenção na hora de entrar e sair do condomínio
4 – Invista em treinamento
5 – Incentive o cumprimento de regras
6 – Forneça uma lista de procedimentos básicos
7 – Priorize o gerenciamento de acessos
8 – Condôminos precisam colaborar
9 – Viagens devem ser comunicadas
Como ter mais segurança no condomínio?

Como deixar o condomínio mais seguro no fim do ano? 

Além das visitas e de possíveis apartamentos vazios, outro ponto que muda no fim do ano é a frequência de uso do salão de festa, o que aumenta o fluxo de pessoas circulando nas áreas comuns do condomínio, bem como o número de pessoas estranhas no prédio. Nesse sentido, é importante contar com um controle de acesso eficiente, como a Portaria Inteligente. Afinal, a demanda do fim de ano pode ser uma sobrecarga inviável para o porteiro, que pode acabar deixando passar algum estranho mal intencionado.

Assim, é importante ter em  mente que a segurança depende de todos, mas também precisa de uma boa infraestrutura e logística de acesso.

Se o seu condomínio já conta com segurança eletrônica e um sistema confiável de controle de acesso, agora, só falta reforçar a conscientização dos condomínios e colaboradores. Para isso, seguem nossas dicas práticas. 

1 – Cadastro prévio de lista de convidados 

Em caso de festas e, principalmente no final do ano, quando o fluxo de visitas é muito grande, é indispensável que o porteiro tenha controle sobre quem entra e sai do prédio. Em uma festa, os anfitriões estão ocupados, por isso, é necessário automatizar esse processo sem pôr a segurança em risco. 

Condomínios com porteiro, devem pedir que a lista seja encaminhada ao profissional e ele deve checar o documento de cada convidado antes de fazer a liberação do acesso.

Quem conta com portaria inteligente pode ter ainda mais facilidade, pois existem sistemas de controle de acesso automatizados, em que o próprio condômino pode registrar os convidados e a liberação é automática. Dessa forma, condomínios com portaria remota podem tanto enviar uma lista de convidados para a central de monitoramento, como utilizar sistemas inteligentes, fazendo o envio de QR Code ou mesmo por controle de acesso facial, vai depender do tipo de serviço que o condomínio possui.

É importante que essa regra seja comunicada com antecedência e, em caso de não haver o cadastro prévio, o próprio morador deve descer e fazer a liberação do convidado.

2 – Encomendas devem ser recebidas na recepção

Muitos condôminos não querem ir até a recepção para receber encomendas e delivery, mas essa é uma prática de segurança. Os infratores podem se passar por entregadores para ter acesso ao prédio mais facilmente, colocando todo o condomínio em risco.

3 – É preciso atenção na hora de entrar e sair do condomínio

Tanto colaboradores quanto condôminos precisam ficar de olho para que nenhum infrator “pegue carona” quando alguém estiver saindo ou entrando do prédio, seja a pé e, principalmente, de carro. Existem soluções que evitam esse tipo de ação, como guaritas e controle de acesso com boas tecnologias. Para isso, é indispensável contar com uma empresa de segurança eletrônica, pois ela pode avaliar a necessidade específica do seu condomínio.

4 – Invista em treinamento

Os síndicos e administração do condomínio precisa se responsabilizar pelo treinamento de segurança dos colaboradores, bem como investir em uma segurança na infraestrutura no prédio (como câmeras de monitoramento, por exemplo)

5 – Incentive o cumprimento de regras

O treinamento e a contratação de uma empresa de alarmes deixa claro quais os melhores procedimentos para incluir no dia a dia. Mas é necessário incentivar a colaboração de funcionários e condôminos o tempo todo.

6 – Forneça uma lista de procedimentos básicos

Com a prática, a rotina de segurança se torna automática. Mesmo assim, é importante não confiar 100% na memória. Permita que os colaboradores tenham uma lista de manutenções básicas, assim, é possível conferir se todos os itens foram atendidos. Um exemplo de manutenções básicas é:

  • Fechamento de portões;
  • Checagem de câmeras de segurança;
  • Checagem das cercas elétricas.

7 – Priorize o gerenciamento de acessos 

Algo que nem todos os condomínios enxergam a importância é a prática de registrar acessos. Quando há um porteiro, isso pode ser feito em um caderno com folhas numeradas. Além de acessos, qualquer fato importante pode ser registrado no livro. 

Os condomínios que contam com portaria remota, no entanto, já possuem o gerenciamento de acesso por parte da empresa responsável. Além disso, o monitoramento ou CFTV também completam essa funcionalidade de registro de acesso e eventos importantes.

8 – Condôminos precisam colaborar

Incentive e mostre como os condôminos podem colaborar com a segurança, incentivando que qualquer situação diferente do usual deve ser comunicada.

9 – Viagens devem ser comunicadas

Além das regras para quem receber convidados, também é necessário fomentar a regra para quem for viajar. É indispensável que o condômino comunique sua viagem à administração do prédio, informando se deixou ou não a chave com algum amigo ou familiar. Também é importante informar se algum bicho de estimação ficou no apartamento e se, por isso, alguém virá diariamente cuidar do animal.

Antes de viajar, também é importante tomar algumas medidas, como: desligar os aparelhos eletrônicos, fechar janelas e portas de todos os cômodos e fechar o gás. Quem conta com Casa Inteligente, pode ter ainda mais tranquilidade durante a viagem, uma vez que pode verificar as imagens em tempo real e até mesmo acender e apagar as luzes à distância, tudo por meio do celular. Nesse caso, o condômino também deve avisar para que os colabores não achem quem tem alguém no apartamento.

Como ter mais segurança no condomínio?

É claro que os condôminos esperam segurança o ano todo, por isso, as boas práticas de segurança em condomínio devem ser fomentadas e aplicadas de janeiro a janeiro. Mas, além de otimizar o comportamento dos condôminos e colaboradores, invista, também, em segurança eletrônica.

A segurança condominial precisa contar com três principais bases: segurança física, equipe especializada e conscientização dos moradores. Para garantir a segurança física, tanto do ponto de vista pessoal quanto de segurança patrimonial, é necessário contar com segurança eletrônica. Entre as principais soluções, podemos destacar:

Além disso, contar com aplicativos para monitoramento torna o gerenciamento ainda mais eficiente e acessível. Por exemplo, a administração do condomínio pode passar aviso, dicas de boas condutas e fazer outros comunicados importantes de forma muito mais fácil.

Ainda é possível acompanhar as imagens em tempo real e otimizar o controle de acesso nas portarias.

Para isso, conte com uma empresa de segurança eletrônica experiente e que forneça projetos sob medida.

RADCOM ALARMES: a solução para ter segurança em condomínio o ano todo

Se você chegou até aqui e ainda tem dúvidas ou não sabe por onde começar, não se preocupe, nós podemos te ajudar com isso!

A Radcom Alarmes atua nesse segmento desde 1980 e conta com profissionais igualmente experientes. Oferecemos serviços relacionados à segurança eletrônica, como portaria inteligente e circuito de monitoramento de alarmes e CFTV. Atendemos todo o Brasil, veja qual unidade está mais próxima de você!

Para saber mais, mande uma mensagem pelo WhatsApp ou aqui no site.


A Radcom Alarmes é uma empresa que oferece serviços relacionados à segurança eletrônica, como portaria virtual e vídeo monitoramento. Atendemos as zonas leste e sul de São Paulo e cidades da Baixada Santista, como Santos, Bertioga e Guarujá.

Faça sua Cotação Online

Conteúdos Exclusivos

Fale pelo Whatsapp