REUNIAO PORTARIA E MONITORAMENTO REMOTO

Central de monitoramento de condomínios: 5 dicas indispensáveis para a hora de contratar

01 de junho de 2022

Pensa em contratar uma central de monitoramento de condomínios e não sabe o que levar em consideração? Não tome nenhuma decisão antes de ler este artigo.

Central de Monitoramento de Condomínios
Central de monitoramento de condomínios.

1. Central de monitoramento

A localização da central de monitoramento de condomínios contratada é muito importante. Lá é o núcleo do serviço que está sendo contratado, e onde todas as informações importantes ficarão guardadas. Antes de fechar um contrato, você deve saber a resposta das seguintes perguntas:

  • A localização da central fica em um local resguardado?
  • É um local de difícil acesso?
  • Ele conta com proteções físicas e virtuais para que os seus dados fiquem protegidos?
  • Como é feito o monitoramento?
  • É um local que chama a atenção e está sujeito a invasões?

Com essas perguntas respondidas já é possível descartar grande parte das centrais de monitoramento. Pois a maioria estão localizadas na rua, em uma região sem monitoramento e proteção.

Uma boa central de monitoramento de condomínios cuida do seu condomínio e do local em que as informações estão armazenadas

Infelizmente existem pessoas má intencionadas, o que faz todo o cuidado necessário. Ter uma boa cobertura de segurança e monitoramento no seu condomínio é essencial, afinal, você está pagando por isso. Porém, não podemos nos esquecer da segurança do local em que a central de monitoramento de condomínios está localizada.

Se as informações do seu condomínio estão de fácil acesso para terceiros, há a possibilidade de outras pessoas terem acesso ao seu condomínio entrando pela central. Como lá é o local em que é realizado o controle das informações seria possível, por exemplo, a central emitir um comando para o condomínio. O que derrubaria as barreiras de segurança sem que os moradores ficassem cientes. O que é muito perigoso.

Central de monitoramento remoto da RADCOM.

2. Comunicação full time

Uma boa empresa de monitoramento trabalha com opções de backup e alternativas para falha de energia. Isso porque falha de dados, interrupção de rede de internet, erros de comunicação e queda de energia acontecem. E a empresa precisa ter uma alternativa para que o cliente não fique completamente exposto a uma falha no sistema.

3. Eficiência no atendimento

Ao ligar para uma central de monitoramento de condomínios o cliente pode estar apenas querendo esclarecer uma questão, ou então pedir ajuda em alguma situação urgente. Por isso, é de extrema importância que o atendimento da empresa de segurança seja rápido e eficiente. Para não causar desgastes aos envolvidos na situação.

Bastidores da equipe de monitoramento remoto da RADCOM.

4. Equipe capacitada

A função de vender e a de instalar um equipamento de segurança eletrônica são coisas completamente diferentes. E uma empresa de monitoramento entende disso e procura trazer profissionais das duas áreas em questão.

Se o funcionário designado como vendedor for o mesmo responsável pela instalação, já é um sinal de preocupação. Um vendedor pode ser ótimo em vender, mas não necessariamente sabe instalar um equipamento de segurança eletrônica de forma correta.

A empresa responsável precisa ter um time responsável pelas vendas, outro pela instalação e outro responsável pela manutenção (caso necessário). Uma única pessoa não será capaz de fazer serviços de múltiplas áreas com 100% de qualidade em todas.

5. Agilidade e acompanhamento

Em primeiro lugar, os aplicativos para acompanhamento e monitoramento além de trazerem agilidade também trazem transparência. Na Radcom todos os atendimentos feitos ficam disponíveis no aplicativo do cliente, onde é possível acessar diretamente. Além disso, proporcionam a opção de acompanhar o sistema de alarme, armar e desarmar, recuperar imagens e abrir um chamado.

Tudo isso sem a necessidade de lidar para a central de monitoramento de condomínios.

Permissões do aplicativo

As permissões do aplicativo são personalizadas de acordo com cada cliente e suas necessidades. Por exemplo:

Em um condomínio monitorado não são todos os moradores que possuem acesso a todas as câmeras instaladas. Então apenas a pessoa responsável pelo contrato social, geralmente o síndico, consegue esses acessos.

Todavia, para os moradores interessados em acompanhar, são selecionadas algumas câmeras específicas. Geralmente de 4 a 5. E a seleção é feita com o aval do síndico ou pessoa responsável pelo contrato social.

Dica bônus

Caso tenha ficado com alguma dúvida, não hesite em entrar em contato com a Radcom. Estamos a disposição para conversar sobre as melhores soluções para o seu condomínio.

Faça sua Cotação Online

Conteúdos Exclusivos

Fale pelo Whatsapp